Jogos psicológicos: não crie um, não entre em um

March 19, 2018

 

Já diz o ditado: “a vida é um grande jogo e só vence quem aprende a jogar”. A afirmação é válida desde que se tratem de jogos saudáveis, com regras claras e concorrência honesta. Caso contrário, vira disputa vazia, doentia. 

 

Não raro, nos relacionamentos há jogos implícitos, em que se corre o risco de ambos ou uma das partes errarem a mão. É quando as relações passam a ser pesadas e desprazerosas. Faz jogo psicológico quem não assume a responsabilidade e sempre joga a culpa no outro. Faz jogo psicológico quem cria saia justa para os outros como uma forma de vingança velada.

 

Também promove jogo psicológico quem usa filhos, pais, irmãos ou amigos, colocando-os uns contra os outros para atingir seus próprios objetivos. Há muitos jogos psicológicos em andamento por aí, cujos placares são sempre desastrosos. No ambiente de trabalho, então, brotam joguinhos de poder, disputa de território e reconhecimento furtado do esforço alheio. Sem contar quando os próprios chefes são os deflagradores de jogos psicológicos porque com isso acabam colhendo “vantagens”.

 

Jogar o tempo todo deixa as relações muito complicadas e sempre por um fio. Nos relacionamentos afetivos, os jogos provocam dor, mágoas e colocam a perder sentimentos que um dia foram puros, verdadeiros. Tome cuidado para não criar ou cair num jogo psicológico. Comece fazendo um exame minucioso de suas relações pessoais e profissionais. Pergunte-se: você está sendo o mais justo e honesto possível? Tem assumido suas responsabilidades ou sempre fica em cima do muro e foge daquilo que lhe compete?

 

Parar de fazer joguinhos psicológicos é parar de pressionar e cobrar os outros para atender às suas vontades e expectativas. Quando você assume a condição humana de ter qualidades e defeitos não precisa apelar para jogos psicológicos. Jogar cansa, desgasta as relações e impede que sejamos nós mesmos e enxerguemos o outro como ele verdadeiramente é.

 

Não vale a pena repetir padrões do passado. Chegou a hora de rever posturas e simplificar a vida. É assim que nos abrimos para o verdadeiro autoconhecimento. É assim que nos tornamos realmente grandes. Pense nisso! FORÇA SEMPRE

 

www.fabianolatham.com

 

Please reload

9 LIÇÕES DE 
MOTIVAÇÃO

EU QUERO! 

Posts recentes
Please reload

Inscreva-se na LISTA VIP